top of page
  • youdataconsultoria

[Automação] 3 motivos para adotar o RPA

Atualizado: 19 de jul. de 2023



Existem muitas razões para adotar RPA, o Robotic Process Automation, em um time de backoffice. Hoje aqui no blog da Youdata, nós vamos focar nas 3 principais para incorporar o RPA no seu dia a dia. Levando a uma redução de custos significativa e também a melhora na qualidade dos seus dados.


Veja conosco alguns dos benefícios e oportunidades em usar o RPA!

Mas antes, vamos começar com perguntas...

  • Você já foi a pessoa responsável por recortar e colar o conteúdo de uma planilha enorme em outra?

  • Já precisou fazer ou delegar uma tarefa repetitiva e chata, negligenciando as suas habilidades ou as do seu time?

  • Já perdeu todos ou parte dos dados de uma atividade devido a um erro humano no processo?

Se a resposta foi sim a uma dessas perguntas, é bem possível que o artigo de hoje te ajude a tomar decisões importantes para o seu time ou para sua empresa. Então sem mais delongas, vamos lá!

Conheça os 3 motivos para adotar o RPA na sua área de dados:



1. Redução de erros e mais produtividade

Com o RPA, o seu time pode se concentrar em atividades mais estratégicas e analíticas. A automação de atividades repetitivas e de baixo valor agregado que consomem tempo, faz com que seu time trabalhe de maneira mais ágil, focando naquilo que importa.

Além disso, com a economia desse tempo mal aproveitado, as pessoas do seu time podem usar suas habilidades para agregar qualitativamente ao negócio. Gerando inclusive maior satisfação das pessoas com suas entregas, que estarão privilegiando melhor suas habilidades cognitivas.

O resultado disso é um aumento na eficiência e produtividade do time, pois as tarefas, quando realizadas por um robô, podem ser concluídas mais rapidamente e com menor chance de erro. Pois, uma vez que os robôs são programados, eles seguem sempre as regras dadas inicialmente. Não ficam cansados ou entediados e não cometem erros; seus resultados são consistentes e confiáveis.

Um case que ilustra a produtividade que a automação de processos usando RPA viabilizou foi a migração de dados de uma das nossas clientes, a Claro, quando houve sua aquisição pela Nextel.

Esse projeto viabilizou uma simplificação do fluxo de portabilidade existente entre as operadoras, trazendo grande melhorias na experiência do cliente com atenção ao prazo que isso deveria ser feito e liberando o time para focar em uma solução adicional aos clientes, que não precisariam trocar seus chips.

Os robôs podem executar tarefas 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem pausas, fadiga ou necessidade de tempo de inatividade, o que aumenta ainda mais a produtividade da equipe.



2. Melhoria da qualidade dos dados

Ao automatizar processos por meio do RPA, você reduz a intervenção manual, minimizando assim erros e omissões humanas.

Isso é particularmente importante na área de dados, onde a precisão e qualidade dos dados são fundamentais para análises precisas e tomadas de decisão.

O RPA ajuda a garantir que os dados sejam coletados, processados e integrados de maneira consistente e precisa, melhorando a confiabilidade dos resultados.

Também é possível implementar rotinas de monitoramento contínuo dos dados. Os robôs podem acompanhar as atualizações dos dados e realizar verificações periódicas para garantir que eles permaneçam estáveis. Se alguma anomalia for detectada, o RPA pode acionar alertas ou até mesmo ligar botões de correção automática.

Inclusive, usando o RPA é possível registrar todas as ações a partir do histórico de ações relacionada aos dados, facilitando a auditoria detalhada das atividades e identificação breve de possíveis problemas ou áreas de melhoria.

3. Flexibilidade

Os robôs de software, ou RPAs podem ser facilmente reconfigurados para lidar com novas etapas, requisitos ou sistemas. Isso significa que o time não precisa depender de desenvolvedores de software ou de longos ciclos de desenvolvimento para fazer ajustes nos fluxos de trabalho.

A equipe pode atualizar e reconfigurar os robôs de forma ágil, garantindo que os processos estejam sempre alinhados às necessidades do momento.

A flexibilidade do RPA permite o acesso e a manipulação de dados em diferentes formatos e plataformas, possibilitando automação de processos que envolvem múltiplos sistemas. Isso é especialmente útil em áreas de dados, onde a integração de diferentes fontes de dados é comum.

Assim, quando há picos de demanda ou necessidade de lidar com grandes volumes de dados, a equipe pode dimensionar facilmente a capacidade do RPA, adicionando mais robôs para executar as tarefas extras.


Na figura: Esquema ilustrando a interseção (e distinção) entre automação robótica e inteligência artificial.


Bom, agora que você conheceu as vantagens de usar RPA para melhorar a qualidade dos dados, ganhar agilidade em processos, reduzir erros e ter maior flexibilidade em ajustes de sistemas, gostaríamos de te auxiliar nessa jornada.



Se o seu time precisa entregar ainda mais qualidade de dados e análises mais precisas para a tomada de decisão, talvez esse seja o momento de conhecer uma solução relacionada a automação de processos.



Quer saber como a Youdata pode de te auxiliar?







48 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page